(11) 3150-0900

XLI Simpósio FENACEF aprofunda debates

A Delegação da APEA, representada por 136 associados e convidados, esteve presente no XLI Simpósio Nacional dos Economiários Aposentados e Pensionistas da CAIXA, realizado pela AEAP/RN e promovido pela FENACEF, no Resort Vila Galé Touros, no Rio Grande Norte, de 25 a 29 de novembro, com o apoio da FUNCEF e FENAE.

Mais de 1 mil participantes das Associações de Economiários Aposentados de todo o Brasil - AEAs acompanharam a solenidade de abertura na manhã do dia 26 no Centro de Convenções do hotel.

O coral presentou o público com uma bela apresentação. A entrada da bandeira paulista empunhada pelo diretor financeiro da APEA, Oswaldo Dias de Oliveira Filho, foi ovacionada. Os hinos Nacional Brasileiro e do município potiguar foram executados pela banda musical de Touros/RN.

A mesa de honra foi composta por: Zilda Gurgel e Luciana Lima, filhas do presidente de honra e do patrono Manoel Newton e Otto Guerra (ambos in memorian), diretor de Benefícios da FUNCEF, Délvio de Brito, Clotário Cardoso, diretor de Administração e Finanças da FENAE, secretário de Turismo de Touro, Fernando Rocha, presidente da FENAG, Mairton Neves, presidente da FENACEF, Edgard Lima, presidente da ANIPA, Vânia Lacerda, e o diretor de eventos da FENACEF, Benedito Bonocardi.

Paulo da Silva Gurgel, presidente da Associação anfitriã, agradeceu a presença e deu as boas-vindas a todos:

O presidente de honra e o patrono foram homenageados com vídeos de suas trajetórias na CAIXA e troféus às suas filhas e representantes no evento pelos serviços prestados à FENACEF.

A FENACEF lançou no evento seu novo aplicativo “Nossa FENACEF” e seu novo site.

Persistência foi o termo escolhido pelo presidente da Federação, Edgard Lima, para definir este Simpósio ao declará-lo oficialmente aberto.

À tarde, no primeiro painel “Projetos Legislativos de Interesse dos Aposentados e Pensionistas – cenários políticos e perspectivas”, o assessor e consultor parlamentar, Lucas de Sá, da Parlamento Consultoria, fez uma análise detalhada do atual perfil e da conjuntura político-partidário no Congresso Nacional, das dinâmicas de negociações de projetos de leis, o status e expectativas das matérias legislativas prioritárias à FENACEF como PLP 268/2016, PDC 956/2018 e PL 8821/2017. Segundo Lucas, a maior parte deles tem o governo como oponente, mas a conjuntura possibilita que um relacionamento positivo com o Congresso sobrepuje a tendência governista. Além disso, a tramitação tem seguido em ritmo acima da média, logo, será continuado o trabalho de estreitamento de relações parlamentares. Ao final da apresentação, o palestrante esclareceu dúvidas do plenário.

O segundo painel foi com os diretores eleitos da FUNCEF de Benefícios (DIBEN), Délvio Brito, e de Administração e Tecnologia da Informação (DIATI), Antônio Augusto.

No dia seguinte, houve o segundo painel “FUNCEF – atualizações, cenários e perspectivas com a Diretoria Executiva da Fundação”.

Em seguida, o painel “Impactos da Reforma da Previdência Social e seus reflexos na previdência complementar” abordou os reflexos das mudanças aos aposentados e pensionistas da CAIXA.

O painel FENACEF – “Ações prioritárias efetivadas, cenário e perspectivas – prestação de contas sobre proposituras do Simpósio FENACEF 2018” abriu a quinta-feira (28) seguida do painel Saúde CAIXA com a gerente nacional de Assistência à Saúde, Louise Dias.

À tarde, houve a plenária das proposições.

Na sexta-feira (29) de manhã, aconteceu a solenidade de encerramento.

O presidente da FENACEF avaliou o evento como positivo, agradeceu os presentes pela participação e aos diretores da FUNCEF por prestarem contas com transparência e responsabilidade: “Concluir um Simpósio é sempre uma vitória a nós. Significa que nosso trabalho alcançou o resultado esperado. Esta edição foi emblemática: houve muita união, congraçamento e busca por objetivos comuns. Isto temos de manter. Logo, agradeço aos colegas presentes e aos dirigentes da Fundação por nos trazerem a realidade, cenários e perspectivas. Afinal, temos de enxergar um futuro” Edgar também enalteceu o trabalho social das presidências das AEAs, que tanto se doam e se dedicam gratuitamente às causas da coletividade, se referindo às diversas menções às ações de solidariedade e de voluntariado pela plenária durante os debates e votações das proposições. Segundo o presidente da Federação, a avaliação prévia do evento pelo comitê organizador foi positiva, produtiva e ganhou um clima de leveza e confraternização. Além disso, comprometeu-se a realizar outras edições e aperfeiçoar ainda mais a próxima que terá sua sede definida e divulgada em momento oportuno.

Ir para a galeria de imagens

Confira simpósios anteriores